Entrevista de Jean-Marie Klinkenberg a Amir Biglari

Autores

  • Amir Biglari Université Paris-Sorbonne

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2015.111088

Palavras-chave:

História do Groupe μ, Semiótica, Sociedade, Ciências cognitivas, Ciências humanas

Resumo

Em uma entrevista com Amir Biglari – publicada em francês em Entretiens sémiotiques (org. Amir Biglari, Limoges, Lambert-Lucas, 2014, pp. 293-321) – Jean-Marie Klinkenberg conta sobre a criação do Groupe μ e comenta sua evolução e formação atual. Klinkenberg dá detalhes tanto da história do Groupe, como dos modos de colaboração entre seus membros. Em primeiro plano, focaliza a atuação do Groupe na semiótica, porém, num horizonte mais amplo, aborda vários pontos a respeito dessa área de pesquisa: as relações entre a semiótica e as ciências cognitivas, o lugar da semiótica no campo das humanidades, o papel da semiótica nas sociedades contemporâneas, as lacunas em seu arcabouço e as perspectivas que a ela se abrem, além de apresentar a situação atual da semiótica na Bélgica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2015-12-31

Como Citar

Biglari, A. (2015). Entrevista de Jean-Marie Klinkenberg a Amir Biglari. Estudos Semióticos, 11(3), 01-17. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2015.111088