Ritmo plástico e ritmo narrativo no cinema: Hollywood no século XXI e o Cinema Novo

Autores

  • Levi Henrique Merenciano Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Unesp – FCL/Araraquara.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.83513

Palavras-chave:

semiótica, ritmo, cinema hollywoodiano

Resumo

Ora sucesso de bilheteria, ora desafeto da crítica, o cinema hollywoodiano é tema pouco presente em teses brasileiras. Devido e esse contrato polêmico, descrever-se-ão as estratégias semióticas que os tornam objetos de significação tão difundidos. Será explicado como se organizam o conteúdo e a expressão de um dos filmes mais vistos atualmente (segundo o site Box Office Mojo, na data de 26 de dezembro de 2012), comparando-o a um filme de outro período, para defender hipóteses sobre diferentes tipos de estrutura fílmica, conforme a incidência de ritmos paradigmáticos ou (com efeitos) sintagmáticos, contínuos ou descontínuos, de natureza absoluta ou relativa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-08-08

Como Citar

Merenciano, L. H. (2014). Ritmo plástico e ritmo narrativo no cinema: Hollywood no século XXI e o Cinema Novo. Estudos Semióticos, 10(1), 76-88. https://doi.org/10.11606/issn.1980-4016.esse.2014.83513

Edição

Seção

Artigos