Comunicação comunitária e responsabilidade social em clubes de futebol do Brasil e da Europa: muito além do “sócio-torcedor”

Autores

  • Ary José Rocco Júnior Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
  • Eduardo de Oliveira Cruz Carlassara Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
  • Pedro Lucas Leite Parolini Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-2593.organicom.2016.139328

Palavras-chave:

Comunicação comunitária. Responsabilidade social. Clubes esportivos. Futebol.

Resumo

Para os clubes de futebol da Europa, o relacionamento com a comunidade é entendido, ao lado da performance esportiva e do posicionamento de mercado, como um dos vértices de sua atuação estratégica. A comunicação com a comunidade adquire fundamental importância para as agremiações esportivas, contribuindo para sólido relacionamento com grupos de interesse e valorização da marca. O objetivo deste artigo é comparar as ações de comunicação com a comunidade dos principais clubes de futebol do Brasil e da Europa. Para isso, analisamos a comunicação nos seus portais oficiais. As organizações brasileiras apresentam entendimento restrito de suas ações com a comunidade, ao contrário das entidades europeias, que investem de forma estratégica nesse tipo de comunicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ary José Rocco Júnior, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

Pós-doutor em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Doutor em Comunicação e Semiótica e mestre em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professor da Escola de Educação Física e Esporte da Universidade de São Paulo (Eefe-USP). Líder e fundador do Grupo de Estudos e Pesquisa em Marketing e Comunicação no Esporte (Gepecom) da Eefe-USP.

Eduardo de Oliveira Cruz Carlassara, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

Mestrando em Gestão e Marketing Esportivo na Eefe-USP. Especialista em Marketing e Vendas pela Universidade Anhembi Morumbi. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Marketing e Comunicação no Esporte (Gepecom) da Eefe-USP. Bacharel em Esporte pela Eefe-USP

Pedro Lucas Leite Parolini, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

Mestrando em Gestão e Marketing Esportivo na Eefe-USP. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Marketing e Comunicação no Esporte (Gepecom) da Eefe-USP. Membro do Grupo de Estudos e Pesquisa em Gestão do Esporte (Gepae) da Eefe-USP. Graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Lavras (UFLA).

Downloads

Publicado

2016-06-11