A influência das recompensas internas e externas no comportamento das pessoas na prática da evasão fiscal no Brasil

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1808-057x201908290

Palavras-chave:

recompensas, desonestidade, comportamento, evasão fiscal

Resumo

Esta pesquisa teve o objetivo de identificar os fatores que influenciam o comportamento das pessoas na prática da evasão fiscal no Brasil a partir da análise das recompensas internas e externas. Este estudo analisa as recompensas internas e externas como fator determinante da evasão fiscal, diferentemente de outros estudos que se concentraram na análise de fatores econômicos e sociais. O tema é abordado sob uma perspectiva contemporânea, a partir de análise comportamental dos fatores econômicos e sociais. Este trabalho contribui com o refinamento conceitual e pressupostos que possam fortalecer o alicerce do estudo dos fatores que influenciam a evasão fiscal. A coleta de dados foi realizada por meio de um quase experimento seguido de aplicação de questionário, no período de novembro de 2016 a setembro de 2017, in loco, com 800 instrumentos de coleta de dados em todas as regiões geográficas do país, sendo 598 instrumentos validados. Adotaram-se medidas para assegurar as validades de conteúdo, critério e constructo. O teste de confiabilidade resultou no alfa de Cronbach de 0,63 e a confiabilidade composta foi superior a 0,60. Os dados foram analisados a partir de estatísticas descritivas e pelo modelo de regressão logística binária. Os resultados desta pesquisa ilustram, por meio da análise de regressão logística sob abordagem univariada, que recompensas externas – punição – e internas – autoconceito, normas sociais, transparência fiscal e custo de conformidade – influenciam o comportamento desonesto das pessoas na prática da evasão fiscal na amostra pesquisada. O estudo analisa a evasão fiscal a partir de uma abordagem interdisciplinar, cooperando com a administração pública na determinação de ações que possam desestimular a sonegação, por meio da implementação de estratégias que incluam fatores comportamentais do contribuinte.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-05-12

Como Citar

Pereira, I. V., & Silva, C. A. T. (2020). A influência das recompensas internas e externas no comportamento das pessoas na prática da evasão fiscal no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, 31(83), 228-243. https://doi.org/10.1590/1808-057x201908290

Edição

Seção

Artigos Originais