As edições e as traduções da "Crônica dos feitos da Guiné"

Autores

  • Joaquim Barradas de Carvalho

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.1965.123310

Palavras-chave:

crônicas, Guiné, edições

Resumo

 Em 1837, na Biblioteca Nacional (então Real) de Paris, Ferdinand Denis fêz um achado de grande importância para a clarificação da polêmica — tão pouco científica — que se travava à volta da prioridade dos descobrimentos portuguêses do século XV. Ferdinand Denis (1) encontrara o manuscrito da Crônica dos feitos de Guiné de Gomes Eanes de Zurara, única obra contemporânea do Infante D. Henrique em que se rela-tam os seus descobrimentos africanos. O achado de Ferdi-nand Denis foi tanto mais sensacional quanto se tratava de manuscrito há longos anos perdido. A única referência que dêle havia, e certamente de exemplar bastante adulterado, era de João de Barros nas Décadas da Asia (2) no segundo quartel do século XVI. Damião de Góis em 1567 já não sabe do seu paradeiro . 

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

1965-03-25

Edição

Seção

Fatos e Notas

Como Citar

CARVALHO, Joaquim Barradas de. As edições e as traduções da "Crônica dos feitos da Guiné". Revista de História, São Paulo, v. 30, n. 61, p. 181–190, 1965. DOI: 10.11606/issn.2316-9141.rh.1965.123310. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/123310.. Acesso em: 22 jul. 2024.