‘A patriótica e verdadeiramente humanitária proteção aos índios’. Memória e retrospectiva sobre o Serviço de Proteção ao Índio por um velho indigenista

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.rh.2021.168216

Palavras-chave:

indigenismo, questão indigena, Brasil, Serviço de Proteção aos Índios, memória

Resumo

Em 1967, o Serviço de Proteção aos Índios (SPI), instituição indigenista brasileira, estava vivendo seus últimos dias. Abalado por escândalos e investigações judiciais e políticas, os militares no poder aproveitaram a situação para extinguir o SPI e reformar o indigenismo de acordo com seus objetivos geopolíticos e estratégicos. Nesses últimos momentos, Alberto Pizarro Jacobina, um antigo indigenista, publicou cinco textos no jornal O Globo, entre 7 e 12 de outubro de 1967, em busca de defender a memória do SPI, bem como seu legado físico e simbólico. Usando esses textos como ponto de partida, o presente trabalho pretende analisar os problemas e os desafios históricos do SPI no contexto do Brasil do século XX, visto por meio do olhar de uma pessoa que dedicou sua vida ao romântico projeto indigenista “rondoniano”. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Benítez Trinidad, Universidad Santiago de Compostela - CHAM/Universidade Nova de Lisboa

Doutor em coorientação pela Universidade Federal da Bahia e a Universidad Pablo de Olavide, atualmente pesquisador pos-doutoral pela Universidad de Santiago de Compostela, Espanha e investigador integrado no CHAM-Universidade Nova de Lisboa, Portugal. 

Referências

Fontes

Documentação referente ao Relatório Figueiredo e ao trabalho de Alberto Pizarro Jacobina no SPI. 1910-1967. Disponível no acervo digital do Museu do Índio em: <http://www.docvirt.com/docreader.net/DocReader.aspx?bib=MI_Arquivistico>. Acesso em: 15 out. 2018.

Pesquisa documental complementada com o acervo digital de Armazém Memória. Disponível em: <http://www.docvirt.com/docreader.net/DocReader.aspx?bib=DocIndio&PagFis=103>. Acesso em: 20 out. 2018.

JACOBINA, Alberto Pizarro. Carta enviada ao Capitão Juracy Magalhães. 2 de outubro 1932. BRRJMI SPI-IR4-666-069-01-f2/f3. Acervo Museu do Índio.

Ministério de Agricultura. Plano Quinquenal para 1941. Ofício nº 444 S/2 Rio de Janeiro. 1942. Boletim do SPI nº1-13, 1941-1942. Acervo digital Armazém Memória.

Ministério de Agricultura. Abaixo-assinado dos funcionários Castro Rocha, Severiano de Souza, Pereira Lima e Miguel Briglio da 1ª Inspetoria Regional dirigindo-se ao ministro da Agricultura. 12 de agosto 1948, Protocolo nº 3683-48 do Ministério da Agricultura. BRRJMISPI-IR1-999-394-18-f2. Acervo Museu do Índio.

Ministério de Agricultura. Denúncia dos indígenas Leopoldo Vicente e Antônio Lisboa referenciada pelo chefe da 5ª Inspetoria, Jose Mongenot Filho, apresentada ao diretor do SPI. 2 de julho 1964. BRRJMI SPI-IR5-086-073-36-f1. Acervo Museu do Índio.

Ministério da Agricultura. Relatório Figueiredo, credencial pela qual o diretor do SP o capitão Luis Vinhas Neves nomeia administrador a Alberto Pizarro Jacobina da fazenda “São Marcos” da 1ª Inspetoria, da fazenda “Kadiuéus” da 5ª Inspetoria e da “Simões Lopes” da 6ª Inspetoria. 22 de outubro de 1964. BR RJMI RELFIG-V17-f25. Acervo Museu do Índio.

Ministério do Interior. Relatório Figueiredo, Testemunho de Nelson Perez Teixeira, durante a CPI de 1963. 11 de junho de 1963. BR RJMI RELFIG-V3-f21a, Acervo Museu do Índio.

Ministério do Interior. Lista de acusados investigação Comissão Inquérito 1967. Relatório Figueiredo, Volume 21, folha 55-58, Acervo Museu do Índio.

Ministério do Interior. Relatório Figueiredo, Testemunho prestado perante a comissão administrativa de inquérito do senhor Boanerges Fagundes de Oliveira. 21 outubro 1967. BRRJMI RELFIG-V8-f99. Acervo Museu do Índio.

Ministério do Interior. Relatório Figueiredo. Testemunho prestado perante a comissão administrativa de inquérito do senhor Francisco Furtado Soares de Meireles. 22 de outubro de 1967. BRRJMI RELF IG-V8-F104. Acervo Museu do Índio.

Ministério do Interior. Relatório Figueiredo, lista de acusados entre eles Boanerges Fagundes de Oliveira. 1968. BR RJMI RELFIG-V23-f93. Acervo Museu do Índio.

Ministério do Interior. Relatório Figueiredo, defesa de Alberto Pizarro Jacobina. 6 de maio 1968. BR RJMI RELFIG-V24-f148/156. Acervo Museu do Índio.

O Globo:

Proteção ao Índio (I), 7 de outubro de 1967, página 3.

Proteção ao Índio (II), 9 de outubro de 1967, página 4.

Proteção ao Índio (III), 10 de outubro de 1967, página 3.

Proteção ao Índio (IV), 11 de outubro de 1967, página 5.

Proteção ao Índio (V), 12 de outubro de 1967, página 3.

Referências Bibliográficas

AMOROSO, Marta Rosa. Mudança de hábito: Catequese e educação para índios nos aldeamentos capuchinhos. Revista Brasileiro de Ciências Sociais, São Paulo, Junho 1998, v. 13, n. 37, p. 101-114. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69091998000200006&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 fev. 2018. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0102-69091998000200006.

BANDEIRA, Alípio. Discurso de instalação do Serviço de Proteção aos Índios e localização de Trabalhadores Nacionais no Amazonas. Manaus: Palais Royal, 1912.

BANDEIRA, Alípio. A cruz indígena: publicação feita em benefício dos índios amazonenses do Rio Jauapery. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1926.

BARBOSA, Luiz Bueno Horta. O problema indígena no Brasil: conferência realizada no Atheneu de Montevideo, a 1º de abril de 1925. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1926.

BARBOSA, Luiz Bueno Horta. Pelo índio e pela sua proteção oficial. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1946 [1923].

BAUZÁ, Hugo Francisco. El mito del héroe: morfología y semántica de la figura heroica. Buenos Aires: Fondo de Cultura Económica, 1998.

CONSELHO NACIONAL DE PROTEÇÃO AOS ÍNDIOS. 19 de abril, O dia do índio, as comemorações realizadas em 1944 e 1945. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1:100, 1946a.

CONSELHO NACIONAL DE PROTEÇÃO AOS ÍNDIOS. Pelo Índio e pela sua proteção oficial. Rio de Janeiro: Imprensa Nacional, 1946b.

COSTA, Dina Czeresnia. Política indigenista e assitência à saúde Noel Nutels e o serviço de unidades sanitárias aéreas. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, 1987, vol. 3, p. 388-401. Disponível em: https://www.scielosp.org/article/csp/1987.v3n4/388-401/. Acesso em: 12 mai. 2015.

COSTA, João Cruz. O positivismo na República (Notas sobre a história do positivismo no Brasil). Revista de História, São Paulo, 1953, vol. 7, nº 15, p. 97-131.

DAVIS, Shelton. Victims of the Miracle: Development and the Indians of Brazil. Cambridge: Cambridge University Press, 1977.

DIACON, Todd. Stringing together a nation: Cândido Mariano da Silva Rondon and the construction of a modern Brazil, 1906–1930. Durham: Duke University Press, 2004.

FERREIRA, Andrey Cordeiro. Tutela e Resistência Indígena: etnografia e história das relações de poder entre os Terena e o Estado brasileiro. São Paulo: Edusp, 2013.

FREIRE, Carlos Augusto da Rocha. Sagas Sertanistas: práticas e representações do campo indigenista no século XX. Tese de doutorado, Antropologia Social; Museu Nacional, Universidade Federal de Rio de Janeiro, 2005.

FREIRE, Carlos Augusto da Rocha. Memória do SPI: textos, imagens e documentos sobre o Serviço de Proteção aos Índios (1910-1967). Rio de Janeiro: Museu do Índio/FUNAI, 2011.

FREITAS, Tácito Luis Reis de. A Amazónia em foco. Revista Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1968, vol. 4, p. 17.

GAGLIARDI, José Mauro. O indígena e a República. São Paulo: Hucitec, 1989.

GARFIELD, Seth. A política indigenista do SPI e seus limites entre os Xavante, 1946-1961. In: FREIRE, Carlos Augusto da Rocha (org.); Memória do SPI. Textos, imagens e documentos sobre o serviço de proteção aos índios (1910-1967). Museu do Índio-Funai, Río de Janeiro, 2011, p. 341-350.

JACOBINA, Alberto Pizarro. Dias Carneiro (o Conservador): no 1º centenário de seu nascimento, 23 de novembro de 1937. Rio de Janeiro: Brasiliana, 1938.

JACOBINA, Alberto Pizarro. Traços biográficos do General Vicente de Paulo Teixeira da Fonseca Vasconcelos: Congo e fulgurante capítulo da história da comissão Rondon. Rio de Janeiro: Imprensa do Exército, 1963.

LIMA, Antonio Carlos de Souza. Um grande cerco de paz: poder tutelar, indianidade e formação do Estado no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1995.

LIMA, Antonio Carlos de Souza. Poder tutelar y formación del Estado en Brasil: notas a partir de la creación del Servicio de Protección a los Indios y Localización de Trabajadores Nacionales. Desacatos, México, agosto 2010, n. 33, p. 53-66. Disponível em: http://www.scielo.org.mx/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1607-050X2010000200004&lng=es&nrm=iso. Acesso em 29 jun. 2018.

LIMA, Antonio Carlos de Souza. Sobre tutela e participação: povos indígenas e formas de governo no Brasil, séculos XX/XXI. Mana. Rio de Janeiro, v. 21, n. 2, 2015, p. 425-457. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-93132015000200425&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 04 fev. 2019. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0104-93132015v21n2p425.

MATTOS, André Luis Lopes Borges de. Darcy Ribeiro: uma trajetoria (1944-1982). Tese de doutorado, História Social, Instituto de Filosofia e Ciencias Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 2007. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/280360. Acesso em: 18 ago. 2015.

MENDOZA, Carlos Alberto Casas. Nos olhos do outro: nacionalismo, agências indigenistas, educação e desenvolvimento, Brasil-México (1940-1970). Tese de doutorado, História, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas, 2005. Disponível em: http://www.repositorio.unicamp.br/handle/REPOSIP/279895. Acesso em: 04 ago. 2018.

NÖTZOLD, Ana Lúcia Vulfe; BRINGMANN, Sandor Fernando. O Serviço de Proteção aos Índios e os projetos de desenvolvimento dos Postos Indígenas: o Programa Pecuário e a Campanha do Trigo entre os Kaingang da IR7. Revista Brasileira de História & Ciências Sociais, Rio Grande, 2013, vol. 5, no 10, p. 147-166. Disponível em: https://periodicos.furg.br/rbhcs/article/view/10538. Acesso em: 21 jan. 2019.

OLIVEIRA, João Pacheco de. O nosso governo: os Ticuna e o regime tutelar. São Paulo: Marco Zero/MCT CNPq, 1988.

OLIVEIRA, João Pacheco de. O paradoxo da tutela e a produção da indianidade: ação indigenista no Alto Solimões (1920-1970). In: FREIRE, Carlos Augusto da Rocha (org.); Memória do SPI. Textos, imagens e documentos sobre o serviço de proteção aos índios (1910-1967). Museu do Índio-Funai, Río de Janeiro, 2011, p. 427-439.

RAMOS, Alcida Rita. Indigenism: ethnic politics in Brazil. Madison: University of Wisconsin Press, 1998.

RESENDE, Ana Catarina Zema de. O Relatório Figueiredo, as violações dos direitos dos povos indígenas no Brasil dos anos 1960 e a “justa memória”. IN: Encontro Nacional do CONPEDI–UFS, XXIV, 2015, Florianópolis. Conselho Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Direito. Florianópolis: XXIV Encontro Nacional do CONPEDI–UFS, 2015, p. 489-495.

RIBEIRO, Darcy. Nosotros Latino-Americanos. Encontros com a Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 1982, vol. 29, p. 46.

STAUFFER, David Hall. Origem e fundação do Serviço de Proteção aos Índios. Revista de História, 1959, vol. 18, no 37, p. 73-96. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/107270. Acesso em: 12 out. 2018.

STAUFFER, David Hall. Origem e fundação do Serviço de Proteção aos Índios (II). Revista de História, 1960a, vol. 20, no 42, p. 435-453. Disponível em: http://www.periodicos.usp.br/revhistoria/article/view/119972. Acesso em: 12 out. 2018.

STAUFFER, David Hall. Origem e fundação do Serviço de Proteção aos Índios (III). Revista de História, 1960b, vol. 21, no 43, p. 165-183. Disponível em: http://www.periodicos.usp.br/revhistoria/article/download/120126/117330. Acesso em: 12 out. 2018.

STAUFFER, David Hall. Origem e fundação do Serviço de Proteção aos Índios (IV). Revista de História, 1960c, vol. 21, no 44, p. 427-450. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/download/120147/117348. Acesso em: 12 out 2018.

STAUFFER, David Hall. Origem e fundação do Serviço de Proteção aos Índios (V). Revista de História, 1961, vol. 22, no 46, p. 413-433. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revhistoria/article/view/120362. Acesso em: 12 out. 2018.

TRINIDAD, Carlos Benítez. La dimensión indígena del salvaje europeo. Historia 2.0: Conocimiento Histórico en Clave Digital, México, 2015, no 9, p. 31-50. Disponível em: https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=5156335. Acesso em: 19 jan. 2015.

TRINIDAD, Carlos Benítez. El indio y el otro. Imaginarios, representaciones y usos discursivos en el indigenismo brasileño del siglo XX. Buenos Aires: Teseo Press, 2019.

Downloads

Publicado

2021-04-20

Edição

Seção

Artigos