O performer insurgente da cena

performances de um corpo diferenciado

  • Felipe Henrique Monteiro Oliveira Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Corpos diferenciados, Performer, Performance, Artivismo, Insurgências

Resumo

Este artigo reflete sobre o performer como um insurgente: quando está em cena, esse artista tenta encontrar um elo entre arte e vida, e não a sua separação, pois passa a assumir através da presença de seu corpo a função de ser sujeito, objeto e trajeto de arte na efemeridade de sua performance.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Felipe Henrique Monteiro Oliveira, Universidade de São Paulo

Fundador do Centro Internacional de Pesquisas Artísticas e Acadêmicas sobre Antonin Artaud. Pós-doutorando no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade de São Paulo (USP). Bolsista pela Coordenação de Aperfeiçoamento Pessoal de Nível Superior. Doutor em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Referências

ALCÁZAR, J. Performance: un arte del yo: autobiografía, cuerpo e identidad. México, DF: Siglo XXI, 2014.

ARTAUD, A. O teatro e seu duplo. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FERNANDES, C. O corpo em movimento: o sistema Laban/Bartenieff na formação e pesquisa em artes cênicas. São Paulo: Annablume, 2006.

GOFFMAN, K.; JOY, D. Contracultura através dos tempos: do mito de Prometeu à cultura digital. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007.

LOTRINGER, S. Contemplar o sofrimento. In: OLIVEIRA, F. H. M.; SALLES, N. (org.). Corpos diferenciados em performance. São Paulo: Fonte Editorial, 2018. p. 263-268.

MÈREDIEU, F. No limiar do corpo: metamorfoses e linhas de fuga: de Antonin Artaud às expressões contemporâneas. In: OLIVEIRA, F. H. M.; SALLES, N. (org.). Corpos diferenciados em performance. São Paulo: Fonte Editorial, 2018. p. 245-262.

OLIVEIRA, F. H. M. Corpos diferenciados: a criação da performance “Kahlo em mim eu e(m) Kahlo”. Maceió: Edufal, 2013.

OLIVEIRA, F. H. M. Subjetividade(s) e(m) performance: corpo, diferença e artivismo. 2018. Tese (Doutorado em Artes Cênicas) – Faculdade de Artes Cênicas, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2018.

OLIVEIRA, F. H. M.; SALLES, N. (org.). Corpos diferenciados em performance. São Paulo: Fonte Editorial, 2018.

PHELAN, P. Unmarked: the politics of performance. London: Routledge, 1993.

TAYLOR, D. Performance. Buenos Aires: Asuntos Impresos, 2012.

TAYLOR, D.; FUENTES, M. A. (ed.). Estudios avanzados de performance. México, DF: Fondo de Cultura Económica; New York: Instituto Hemisférico de Performance y Política, 2011.

Publicado
2019-12-20
Como Citar
Oliveira, F. (2019). O performer insurgente da cena. Sala Preta, 19(2), 197-209. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v19i2p197-209
Seção
SALA ABERTA