Regulamentação do consumo de Cannabis no Uruguai e suas influências sobre a fronteira brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.169597

Palavras-chave:

Cannabis, Uruguai, Brasil, Áreas de Fronteira, Saúde na Fronteira

Resumo

Objetivo: conhecer as influências da regulamentação do consumo da Cannabis no Uruguai sobre o consumo desta substância psicoativa na região de fronteira com o Brasil. Método: estudo qualitativo, exploratório e descritivo. Participaram 14 pessoas que usam Cannabis, residentes em uma cidade da fronteira Brasil/Uruguai. Dados coletados por entrevista semiestruturada, analisados através da Análise de Conteúdo. Resultado: as transformações sociais estão relacionadas com a aceitação social do consumo; visualização de pessoas idosas que utilizam a substância e maior interação entre pessoas que usam Cannabis dos países envolvidos. As transformações no consumo estão relacionadas com a possibilidade de se adquirir Cannabis in natura, disponibilidade de variados tipos e subespécies da planta e o fluxo de brasileiros para realizar o consumo no lado uruguaio da fronteira. Conclusão: investigar espaços de fusão social, cultural e política, pode servir para reflexão acerca do atual cenário brasileiro, e implementação de ações que busquem salvaguardar os direitos humanos, respeitando a autonomia, e cuidando sobre a perspectiva de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Diogo Henrique Tavares, Universidade Federal de Pelotas. Faculdade de Enfermagem

Professor Substituto Faculdade de enfermagem/Universidade Federal de Pelotas. Doutorando do Programa de Pós graduação em enfermagem da Faculdade de enfermagem Universidade Federal de Pelotas. Bolsista CAPES.

Vanda Maria da Rosa Jardim, Universidade Federal de Pelotas. Faculdade de Enfermagem

Docente da Faculdade de enfermagem/Universidade Federal de Pelotas

Beatriz Franchini, Universidade Federal de Pelotas. Faculdade de Enfermagem

Docente da Faculdade de enfermagem/Universidade Federal de Pelotas

Heitor Silva Biondi, Universidade Federal de Rio Grande. Faculdade de Enfermagem

Chefe de Gerenciamento de Atividades de Graduação e Ensino Técnico/ Gerência de Ensino e Pesquisa do Hospital Universitário Dr. Miguel Riet Correa Jr./Ebserh. Doutorando do Programa de pós graduação em enfermagem da Universidade Federal do Rio grande.

Cândida Garcia Sinott Silveira Rodrigues, Universidade Federal de Pelotas. Faculdade de Enfermagem

Docente Universidade Catolica de Pelotas

Referências

Rosa PO, Rosa MG. Cannabis Policies: a comparative study on the models of Spain, Uruguay and Colorado/USA. Geographia Opportuno Tempore. [Internet]. 2018; 4(1):36-84. [cited May 7 2020]. Available from: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/Geographia/article/view/32548

Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. São Paulo. [Internet] 2017; [Acesso 7 mai 2020]. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2017/12/ANUARIO_11_2017.pdf

Ministério da Justiça (BR). Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias – Infopen: atualização dezembro de 2019. [Internet]. Brasília: MJ; 2020 [Acesso 7 mai 2020]. Disponível em: http://dados.mj.gov.br/dataset/infopen-levantamento-nacional-de-informacoes-penitenciarias

Medeiros D, Tófoli LF. Myths and Evidence in the Construction of Drug Policies. Political-Institutional Analysis Bulln. [Internet] 2018; (8) [cited May 7 2020]. Available from: http://repositorio.ipea.gov.br/bitstream/11058/8880/1/bapi_18_cap_6.pdf

Presidencia de la República Oriental del Uruguay. Lei° 19.172, 20 de dezembro de 2013. [Internet]. Instituto de Regulação e Regulação de Cannabis do Uruguai (IRCCA). Montevidéu; 2013. [Acesso mai 5 2020]. Disponível em: http://www.ircca.gub.uy/wp-content/uploads/2017/01/Ley_19172.pdf

Ferrari M. The concepts of the border in geography. Rev Perspect Geo. [Internet] 2014; 9(10):1-25. [cited 28 2020]. Available from: http://erevista.unioeste.br/index.php/pgeografica/article/view/10161/7550

Cardano M. Manual de Pesquisa Qualitativa: a contribuição da teoria da argumentação. Petrópolis, RJ: Vozes; 2017.

Goodman LA. Snowball sampling. In: Annals of Mathematical Statistics. 1961; (32): 148-70. doi: https://doi.org/10.1214/aoms/1177705148

Silveira DX, Doering-Silveira EB. Padrões de uso de drogas-Eixo, Políticas e Fundamentos. São Paulo: Aberta Senad; 2017.

Mynaio MCS. Sampling and saturation in qualitative research: Consensus Es And controversies. Rev Pesq Qual. [Internet] 2017; 5(7):1-12. [Acesso 28 maio 2020]. Disponível em: https://editora.sepq.org.br/rpq/article/view/82/59

Bardin L. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70; 2013.

Conselho Nacional de Saúde (BR). Resolução nº 466, de 12 de dezembro de 2012. Trata de pesquisas em seres humanos e atualiza a resolução 196. [Acesso 28 mai 2020]. Disponível em: http://www.conselho.saude.gov.br/resolucoes/2012/Reso466.pdf12

Lima PVSF, Oliveira KA, Santos DLR. General health of slaves in Brazil: literature review. Rev Eletrôn Gestão Saúde. [Internet] 2016;7(1):471-89. [Acesso 28 mai 2020]. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rgs/article/view/3471/3159

Canguilhem GO. Normal e o Patológico. 6 ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária; 2007.

Souza EJ, Silva JP, Santos C. Representations of Teachers about Sexual Diversity and Homophobia. Rev Estudos Feministas. 2017; 25(2):519-44. doi: https://doi.org/10.1590/1806-9584.2017v25n2p519.

Bentes, I. Lay the cards on the table and argue these laws: the struggle for marijuana legalization in Brazil. Argumentum. 2015; 7(1):93-107. doi: https://doi.org/10.18315/argumentum.v7i1.9050

Weique AL, Rosas LVR, Mota MLM, Lima RAL. Legal and illicit drugs: o cenário in a public school in Benjamin Constant-AM, Brazil. Rev Ensino Ciênc Humanidades – Cidadania, Diversidade e Bem Estar. [Internet] 2019; 3(2):724-53. [acesso 8 mai 2020]. Disponível em: https://periodicos.ufam.edu.br/index.php/rech/article/view/6832/4819

Diniz A, Pillon SC, Monteiro S, Pereira A, Gonçalves, J, Santos MA. Elderly substance abuse: an integrative review. Psicol Teoria e Prática. 2017, 19(2):23-41. doi: http://dx.doi.org/10.5935/1980-6906/psicologia.v19n2p23-41

Cabral DVS, Pendloski, J. Mortality in elderly suicide: an analysis of epidemiological profile in southern Brazil. Rev Uningá. [internet] 2016; 47(2):19-24. [cited May 8 2020]. Available from: http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/1274/895

Bhering AC, Júnior JCA, Pio JM, Rodrigues I, Valadão AF, Quintão MAU. Psychiatric disorders and associated factors in elderly group from Ipatinga city, Minas Gerais. Rev Uningá. [Internet] 2017;53(1):12-8. [Acesso 8 mai 2020]. Disponível em: http://revista.uninga.br/index.php/uninga/article/view/1419/1034

Matos RLA, Spinola LA, Barboza LL, Garcia DR, França TCC, Affonso RSO. The Cannabidiol Use in the Treatment of Epilepsy. Rev Virtual Química. 2017, 9(2):786-814. doi: http://dx.doi.org/10.21577/1984-6835.20170049

Pinto M, Maurer R. When geo-history advances on the meanings of an urban space: cultural landscapes and identity transformations of the Brazil-Argentina border. EURE.(Santiago). 2014;40(120):135-58. doi: http://dx.doi.org/10.4067/S0250-71612014000200007.

Guerra K, Ventura M. Bioethics, immigration and health care: tensions and convergences on the human right to health in Brazil in the regional integration of the countries. Cad Saúde Coletiva. 2017, 25(1):123-9. doi: https://doi.org/10.1590/1414-462x201700010185.

Decreto n° 5.105, de 14 de junho de 2004 (BR).

Promulga o Acordo entre o Governo da República Federativa do Brasil e o Governo da República Oriental do Uruguai para Permissão de Residência, Estudo e Trabalho a Nacionais Fronteiriços Brasileiros e Uruguaios, de 21 de agosto de 2002. [acesso 8 mai 2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2004/decreto/d510524

Decreto Nº 7.508, de 28 de junho de 2011. Regulamenta a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para dispor sobre a organização do Sistema Único de Saúde - SUS, o planejamento da saúde, a assistência à saúde e a articulação interfederativa, e dá outras providências. [Acesso 8 mai 2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7508.htm.

Venturi G. Drug use, public opinion and morality: motivation and arguments based on use. Tempo Soc Rev Sociol USP 2017;29(2):159-85. doi: https://doi.org/10.11606/0103-2070.ts.2017.126682

Cruz FV, Pinto NGM, Coronel DA. Analysis of market models for cannabis: the corporate, the social, the illegal and the mixed. Rev Desenvol Fronteiras Cidadania.b[Internet] 2017;1(1):80-10. [Acesso 8 mai 2020]. Disponível em https://periodicosonline.uems.br/index.php/fronteiracidadania/article/view/2172/1707

Nascimento IR, Costa Hb, Souza HB, Souza LM, Soprani LC, Merlo BB, Romão W. Chemical identification of cannabinoids in street marijuana samples using electrospray ionization FT-ICR mass spectrometry. Royal Soc Chem Analitycal Methods. 2015; (7):1415-24. doi: https://doi.org/10.1039/C4AY02355B

Alcântara LTA. Adulterants found in illicit drugs: a forensic approach. [Internet]. 2016, 2(5):1-16. [cited May 8 2020]. Available from: https://www2.ls.edu.br/actacs/index.php/ACTA/article/view/129/120

Medeiros KT, Maciel SC, Sousa PF, Vieira GLS. Experiences and Representations about Crack: An Approach to Female Drug-Users. Psico-USF. 2015;20(3):517-28. doi: https://doi.org/10.1590/1413-82712015200313.

Exley C, Begum A, Wooley MP, Bloor RN. Aliminum in tobacco and cannabisand smoking-related disease. Am J Medicine. 2006;119(3):276e9-276e11. doi: https://doi.org/10.1016/j.amjmed.2005.08.004

Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Instituo de Pesquisa Econômica e Aplicada. O consumo de drogas e a saúde pública na zona de fronteira entre Brasil e Uruguai: resultados qualitativos. [Internet] Brasília: IPEA; 2017 [Acesso 8 mai 2020]. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/relatoriopesquisa/170706_relatorio_pesquisa_consumo_drogas_saude_publica_zona_fronteira_brasil_uruguai.PDF

Rosenthal E. The Big Book of Buds Volume 4: More Marijuana Varieties from the World's Great Seed Breeders. 4 ed. Paperback; 2011.

Presidencia de la República Oriental del Uruguay. Guia Más Información Menos Riesgos. Junta Nacional de Drogas. [Internet] 2016 [acceso 8 ene 2018]; Disponible en:

http://infodrogas.gub.uy/images/stories/pdf/guia_masinfoV11_2016_web.pdf

Guattari F, Rolnik S. Micropolítica – cartografias do desejo. 7ª ed. Petrópolis: Vozes; 2005.

Gonçalves AMS, Wernet M, Costa CSC, Silva FJG Júnior, Moura AAM, Pillon SC. Alcohol, tobacco and marijuana use: repercussions on students' quality of life. Esc Anna Nery. 2020;24(2):e20190284. doi: https://doi.org/10.1590/2177-9465-EAN-2019-0284

Wink GA, Mea CPD, Rossi T. Cannabis Legalization: Perceptions of Psychiatrists and Recovering Users. Trends Psychol. 2019;27(3):721-33. doi: https://doi.org/10.9788/tp2019.3-09.

Publicado

2021-12-31

Como Citar

Tavares, D. H., Jardim, V. M. da R., Franchini, B., Biondi, H. S., Rodrigues, C. G. S. S., & Bazzan, J. S. . (2021). Regulamentação do consumo de Cannabis no Uruguai e suas influências sobre a fronteira brasileira. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 17(4), 23-32. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2021.169597