O processo de trabalho nos Centros de Atenção Psicossocial na perspectiva dos gestores

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.178209

Palavras-chave:

Serviços de Saúde Mental, Avaliação de Serviços de Saúde, Serviços Comunitários de Saúde Mental

Resumo

Objetivo: analisar o processo de trabalho dos profissionais dos Centros de Atenção Psicossocial e identificar os aspectos que possam contribuir na produção de saúde ou de adoecimento dos trabalhadores. Método: pesquisa de natureza qualitativa realizada com as gestoras de onze Centros de Atenção Psicossocial de um município de grande porte no interior de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada audiogravada. Para a análise dos dados, utilizou-se a Análise de Conteúdo Temática. Resultados: da análise das falas foram identificadas duas categorias
temáticas: “O Trabalho Vivo no Centro de Atenção Psicossocial: construção coletiva de uma clínica de laços e afetos” e “O
desgaste e sofrimento experienciados por meio do trabalho”. Evidenciaram-se sentimentos satisfação dos trabalhadores
com seu trabalho, relacionados à possibilidade de ofertar cuidados a partir da singularidade dos casos. Também houve
relatos de situações falta de reconhecimento, processos de trabalho burocratizados e sobrecarga mental. Conclusão: a
maior potência do trabalho nos Centros de Atenção Psicossocial é a intensa rede de relações interpessoais existentes. Portanto, o fortalecimento dessa rede é um importante promotor de cuidado entre a equipe multiprofissional e um dispositivo a ser constantemente desenvolvido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-06-09

Como Citar

Bedin Zanatta, A. ., Lamas Martins Gonçalves, L., & Lucca, S. R. de . (2022). O processo de trabalho nos Centros de Atenção Psicossocial na perspectiva dos gestores. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 18(1), 68-76. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.178209

Dados de financiamento