Relação entre religiosidade e cessação do tabagismo entre usuários da Estratégia Saúde da Família

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.178885

Palavras-chave:

Religião, Estratégia Saúde da Família, Abandono do Uso de Tabaco, Tabagismo

Resumo

Objetivo: explorar a relação entre a religiosidade e a cessação do tabagismo entre usuários da Estratégia Saúde da Família. Método: estudo longitudinal realizado com participantes do Programa de Tratamento do Tabagismo de duas unidades básicas de saúde. A religiosidade (exposição) foi avaliada segundo o Índice de Religiosidade da Universidade de Duke e descrita segundo idade, raça, renda familiar, situação conjugal e escolaridade. A cessação do tabagismo (desfecho) foi a interrupção do tabagismo por pelo menos seis meses. As análises bivariadas se basearam no teste qui-quadrado de Pearson e no teste não paramétrico de Mann-Whitney. Resultados: sexo, idade e situação conjugal relacionaram-se com a religiosidade, porém a religiosidade não se mostrou relacionada à cessação do tabagismo. Conclusão: a maioria dos tabagistas apresentou predominância no envolvimento religioso, especialmente mulheres, indivíduos mais velhos e que vivem com parceiro, o que mostra que esse poder ser um aspecto importante de apoio durante o tratamento para a cessação do tabagismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2022-07-22

Como Citar

Mattos, L. R. ., Abreu, A. M. M., Portela, L. F. ., César, M. P. ., Paixão, L. A. R. da ., & Jomar, R. T. (2022). Relação entre religiosidade e cessação do tabagismo entre usuários da Estratégia Saúde da Família. SMAD, Revista Eletrônica Saúde Mental Álcool E Drogas (Edição Em Português), 18(2), 50-59. https://doi.org/10.11606/issn.1806-6976.smad.2022.178885