AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS DE UM SERVIÇO DE SAÚDE PÚBLICO-PRIVADO NO NORDESTE DO BRASIL E A JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE

Autores

  • Geraldo Bezerra da Silva Junior Universidade Federal da Bahia. Salvador/BA, Brasil; Universidade de Fortaleza. Fortaleza/CE, Brasil.
  • Eduardo Rocha Dias Universidade de Fortaleza. Fortaleza/CE, Brasil.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v17i2p13-29

Palavras-chave:

Direito à Saúde, Judicialização da Saúde, Satisfação dos Usuários de Saúde.

Resumo

Este artigo tem por escopo analisar o grau de satisfação dos usuários de um serviço público-privado de saúde do Nordeste do Brasil, bem como o nível de conhecimento sobre seus direitos e a procura pelo Judiciário para garanti-los. Foram avaliadas as respostas dadas a um questionário aplicado junto a 67 pacientes atendidos pelo Núcleo de Assistência Médica Integrada, da Universidade de Fortaleza, conveniado ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes entrevistados mostraram satisfação com os serviços oferecidos, considerando-os como bons ou excelentes. O principal problema evidenciado foi a dificuldade de acesso a medicações fornecidas pelo SUS e a falta de conhecimento dos direitos relacionados à saúde. Observou-se uma baixa procura pela Justiça para questões ligadas à saúde, o que pode se explicar, por um lado, pelo reduzido grau de conhecimento dos direitos relacionados a tal campo e pela baixa escolaridade da maior parte dos entrevistados. A melhora do grau de satisfação pode contribuir para reduzir a judicialização, muito embora usuários mais bem informados possam se mostrar mais exigentes e recorrer mais à Justiça. Soluções alternativas de resolução de conflitos, como a mediação e a justiça restaurativa, podem contribuir para diminuir a busca pelo Judiciário. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Geraldo Bezerra da Silva Junior, Universidade Federal da Bahia. Salvador/BA, Brasil; Universidade de Fortaleza. Fortaleza/CE, Brasil.

Pós-Doutorando em Saúde Coletiva pela Universidade Federal da Bahia; doutor e mestre em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Ceará; graduado em Medicina pela Universidade Federal do Ceará (2005). Professor Adjunto do Curso de Medicina e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Universidade de Fortaleza. Fortaleza/CE, Brasil.

Eduardo Rocha Dias, Universidade de Fortaleza. Fortaleza/CE, Brasil.

Doutor em Direito pela Universidade de Lisboa; mestre em Direito pela Universidade Federal do Ceará; graduado em Direito pela Universidade Federal do Ceará. Professor do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Fortaleza. Procurador Federal da Advocacia-Geral da União. Fortaleza/CE, Brasil. 

Downloads

Publicado

2016-10-25

Como Citar

Silva Junior, G. B. da, & Dias, E. R. (2016). AVALIAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS DE UM SERVIÇO DE SAÚDE PÚBLICO-PRIVADO NO NORDESTE DO BRASIL E A JUDICIALIZAÇÃO DA SAÚDE. Revista De Direito Sanitário, 17(2), 13-29. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v17i2p13-29

Edição

Seção

Artigos Originais