Excesso de peso em crianças brasileiras e seus fatores de vulnerabilidade: uma revisão integrativa

Autores

  • Carolina Bulgacov Dratch Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba/PR, Brasil
  • Daiane Priscila Simão-Silva Instituto para Pesquisa do Câncer. Guarapuava/PR, Brasil
  • Caroline Filla Rosaneli Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba/PR, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v20i3p173-197

Palavras-chave:

Bioética, Defesa da Criança, Direitos Humanos, Obesidade Infantil

Resumo

O excesso de peso na criança compreende questões complexas, e situá-lo exclusivamente como um problema de saúde dificulta identificar outros aspectos associados, tais como o estado de vulnerabilidade. Este artigo utilizou o método de revisão integrativa adaptada com o objetivo de identificar a vulnerabilidade da criança brasileira frente ao excesso de peso na ótica da bioética. Para a análise das dimensões de vulnerabilidade, utilizou a matriz adaptada por Ayres et al. (2006), que compreende fatores de vulnerabilidade nas dimensões individual, social e programática. Na dimensão individual, foram descritos fatores biológicos, crenças e relações familiares. Na dimensão social, foram descritas relações de gênero e de etnia com acesso a saúde, educação, justiça, lazer e esporte. Na dimensão programática, foram descritas políticas públicas, integralidade e equidade da atenção, proteção e promoção de direitos humanos. Considerar os fatores de vulnerabilidade da criança frente ao excesso de peso coloca em destaque a urgência da implantação de políticas públicas transdisciplinares com vistas a uma proposta ética de atitude, solidariedade, responsabilidade mútua e respeito à dignidade humana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Bulgacov Dratch, Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba/PR, Brasil

Master in Bioethics by the Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Nutritionist.

Daiane Priscila Simão-Silva, Instituto para Pesquisa do Câncer. Guarapuava/PR, Brasil

Post-doctorate in Bioethics by the Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Institute for Cancer Research (IPEC). Biologist.

Caroline Filla Rosaneli, Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Curitiba/PR, Brasil

Post-doctorate by the UNESCO Chair in Bioethics of the Universidade de Brasilia (Unb). Professor of the Post-graduation Program in Bioethics of the Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR); visiting professor of the Universidade Católica de Moçambique in Humanities PhD. Nutritionist.

Referências

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA PARA O ESTUDO DA OBESIDADE E DA SÍNDROME METABÓLICA – ABESO. Diretrizes brasileiras de obesidade. 4. ed. São Paulo, 2016. Disponível em: http://www.abeso.org.br/uploads/downloads/92/57fccc403e5da.pdf. Acesso em: 03 nov. 2017.

AYRES, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita. Desenvolvimento histórico-epistemológico da epidemiologia e do conceito de risco. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 27, n. 7, p. 1301-1311, jul. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v27n7/06.pdf. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2011000700006.

AYRES, José Ricardo de Carvalho Mesquita; CALAZANS, Gabriela Junqueira; SALETTI FILHO, Haraldo César; FRANCA JUNIOR, Ivan. Risco, vulnerabilidade e práticas de prevenção e promoção da saúde. In: CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa; MINAYO, Maria Cecília de Souza; AKERMAN, Marco; DRUMOND JÚNIOR, Marcos; CARVALHO, Yara Maria de (Orgs.). Tratado de saúde coletiva. Rio de Janeiro: Hucitec; Fiocruz, 2006. (Saúde em debate, 170).

BEZERRA, Myrtis de Assunção; CARVALHO, Eduardo Freese; OLIVEIRA, Juliana Souza; LEAL, Vanessa Sá. Saúde e nutrição em escolas públicas e privadas de Recife. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. Recife, v. 17, n. 1, p. 191-200, jan./mar. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbsmi/v17n1/pt_1519-3829-rbsmi-17-01-0191.pdf. Acesso em: 18 set. 2018. https://doi.org/10.1590/1806-930420170001000011.

BHALOTRA, Sonia; RAWLINGS, Samantha B. Intergenerational persistence in health in developing countries: the penalty of gender inequality? Journal of Public Economics. Amsterdam, v. 95, n. 3-4, p. 286-299, 2011. https://doi.org/10.1016/j.jpubeco.2010.10.016.

BORFE, Leticia et al. Associação entre a obesidade infantil e a capacidade cardiorrespiratória: revisão sistemática. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, Fortaleza, v. 30, n. 1, p. 118-124, jan./mar. 2017. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/download/5598/pdf. Acesso em: 26 nov. 2017. https://doi.org/10.5020/18061230.2017.p118.

CERVATO-MANCUSO, Ana Maria; WESTPHAL, Marcia Faria; ARAKI, Erica Lie; BOGUS, Claudia Maria. O papel da alimentação escolar na formação dos hábitos alimentares. Rev. paul. pediatr., São Paulo, v. 31, n. 3, p. 324-330, set. 2013. https://doi.org/10.1590/S0103-05822013000300008.

COUTINHO, Janine Giuberti; GENTIL, Patrícia Chaves; TORAL, Natacha. A desnutrição e obesidade no Brasil: o enfrentamento com base na agenda única da nutrição. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v.24, suppl.2, p.s332-s340, 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csp/v24s2/18.pdf. Acesso em: 27 nov. 2017. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2008001400018.

CUNHA, Thiago; GARRAFA, Volnei. Vulnerability: a key principle for global bioethics? Cambridge Quarterly of Healthcare Ethics, v. 25, n. 2, p. 197-208, 2016. https://doi.org/10.1017/S096318011500050X.

DRATCH, Carolina Bulgacov; ROSANELI, Caroline Filla; SILVA, Dillian Adelaine Cesar; CUNHA, Thiago Rocha da; BISCIONI, Diego Nicolás. Considerações éticas acerca da proteção da infância frente à prevalência de excesso de peso. Revista Brasileira de Bioética, v. 14, n. e-3, p. 1-15. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/rbb/article/view/11428/10064. Acesso em: 18 set. 2018. https://doi.org/10.26512/rbb.v14i0.11428.

DUTRA, Rogéria Campos de Almeida. Consumo alimentar infantil: quando a criança é convertida em sujeito. Soc. estado., Brasília, v. 30, n. 2, p. 451-469, ago. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/se/v30n2/0102-6992-se-30-02-00451.pdf. Acesso em: 14 mai. 2019. https://doi.org/10.1590/S0102-699220150002000009.

EINLOFT, Ariadne Barbosa do Nascimento; COTTA, Rosângela Minardi Mitre; ARAUJO, Raquel Maria Amaral. Promoção da alimentação saudável na infância: fragilidades no contexto da Atenção Básica. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 23, n. 1, p. 61-72, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n1/1413-8123-csc-23-01-0061.pdf. Acesso em: 14 mai. 2019. https://doi.org/10.1590/1413-81232018231.23522017.

FERREIRA, Vanessa Alves; MAGALHAES, Rosana. Obesidade entre os pobres no Brasil: a vulnerabilidade feminina. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 4, p. 2279-2287, abr. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v16n4/v16n4a27.pdf. Acesso em: 20 nov. 2017. https://doi.org/10.1590/S1413-81232011000400027.

FIGUEROA, Cristian David Osorio; COELHO, Thereza Christina Bahia. Infância maia guatemalteca: vulnerabilidade nutricional e políticas públicas para seu enfrentamento. Desidades, Rio de Janeiro, n. 15, abr./jun. 2017. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/desi/v15/n15a02.pdf. Acesso em: 18 set. 2018.

GOMES, Inês. A obesidade e a hipertensão arterial em idade pediátrica – a propósito de uma população em crescimento [Comentário editorial]. Rev Port Cardiol., Sociedade Portuguesa de Cardiologia, v. 36, n. 10, p. 707-708, out. 2017. https://www.revportcardiol.org/pt-pdf-S0870255117304651. https://doi.org/10.1016/j.repc.2017.06.004.

HARTUNG, Pedro Afonso; KARAGEORGIADIS, Ekaterine Valente. A regulação da publicidade de alimentos e bebidas não alcoólicas para crianças no Brasil. Revista de Direito Sanitário, São Paulo, v. 17, n. 3, p. 160-184, mar. 2017. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/127783. Acesso em: 04 set. 2018. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v17i3p160-184.

HENRIQUES, Patrícia; O’DWYER, Gisele; DIAS, Patricia Camacho; BARBOSA, Roseane Moreira Sampaio; BURLANDY, Luciene. Políticas de Saúde e de Segurança Alimentar e Nutricional: desafios para o controle da obesidade infantil. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 23, n. 12, p. 4143-4152, dez. 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n12/1413-8123-csc-23-12-4143.pdf. Acesso em: 14 mai. 2019. https://doi.org/10.1590/1413-812320182312.34972016.

LIMA, Isabel Maria Sampaio de Oliveira; LEÃO, Thiago Marques; ALCANTARA, Miriã Alves Ramos. Proteção legal à amamentação, na perspectiva da responsabilidade da família e do estado no Brasil. Revista Direito sanitário, São Paulo,. 14, n. 3, p. 66-90, nov. 2013/fev. 2014. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/75649/79186. Acesso em: 27 nov. 2017. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v14i3p66-90.

MAGALHÃES, Rosana. Regulação de alimentos no Brasil. Revista Direito Sanitário, São Paulo, v. 17 n. 3, p. 113-133, nov. 2016./fev. 2017. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rdisan/article/view/127780/124776. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v17i3p113-133.

MALLAN, Kimberley Mallan; DANIELS, Lynne A.; NICHOLSON, Jan M. Obesogenic eating behaviors mediate the relationships between psychological problems and BMI in children. Obesity (Silver Spring), v. 25, n. 5, p. 928-934, 2017. https://doi.org/10.1002/oby.21823.

MINISTÉRIO DA SAÚDE – MS. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Dez passos para uma alimentação saudável: guia alimentar para crianças menores de dois anos: um guia para o profissional da saúde na atenção básica. 2. ed. 2. reimpr. Brasília-DF: Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/guia_dez_passos_alimentacao_saudavel_2ed.pdf. Acesso em: 18 set. 2018.

NOBRE, Érica Bezerra; BRENTANI, Alexandra Valéria Maria; FERRARO, Alexandre Archanjo. Associação do estilo de vida materno com a nutrição de pré-escolares. Rev Assoc Med Bras. v. 62, n. 6, p. 494-505, set. 2016.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS – ONU. Transformando nosso mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. 2015. Disponível em: https://nacoesunidas.org/wp-content/uploads/2015/10/agenda2030-pt-br.pdf. Acesso em: 14 mai. 2019.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A ALIMENTAÇÃO E A AGRICULTURA – FAO; ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE – OPAS. América Latina e o Caribe: panorama da segurança alimentar e nutricional. Santiago, FAO e OPAS, 2017. Disponível em: http://www.fao.org/3/a-i6977o.pdf. Acesso em: 18 set. 2018.

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA A EDUCAÇÃO, A CIÊNCIA E A CULTURA – UNESCO. Declaração Universal sobre Bioética e Direitos Humanos. 2005. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0014/001461/146180por.pdf. Acesso em: 02 nov. 2017.

PAZIN, Daiane Cristina et al. Circunferência da cintura está associada à pressão arterial em crianças com Índice de Massa Corpórea normal: avaliação transversal de 3417 crianças escolares. Arq. Bras. Cardiol., São Paulo, v. 109, n. 6, p. 509-515, dez. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/abc/v109n6/pt_0066-782X-abc-20170162.pdf. Acesso em: 10 set. 2018. https://doi.org/10.5935/abc.20170162.

PEDRAZA, Dixis Figueroa; MELO, Nadinne Lívia Silva de; ARAUJO, Erika Morganna Neves; SILVA, Franciely Albuquerque. Programa Nacional de Alimentação escolar em escolas públicas municipais. Revista Brasileira em Promoção da Saúde, Fortaleza, v. 30, n. 2, p. 161-169, 2017. Disponível em: https://periodicos.unifor.br/RBPS/article/download/6007/pdf. https://doi.org/10.5020/18061230.2017.p161.

PEREZ-ESCAMILLA, Rafael et al. Nutrition disparities and the global burden of malnutrition. BMJ, n. 36, p. K2252, 2018. Disponível em: https://www.bmj.com/content/361/bmj.k2252.long. Acesso em: 15 mai. 2019.

PIMENTA, Teófilo Antonio Máximo; ROCHAB, Renato; MARCONDES, Nilsen Aparecida Vieira. Políticas públicas de intervenção na obesidade infantil no Brasil: uma breve análise da Política Nacional de Alimentação e Nutrição e Política Nacional de Promoção da Saúde. UNOPAR Cient Ciênc Biol Saúde, v. 17, n. 2, p. 139-146, 2015. Disponível em: <http://pgsskroton.com.br/seer/index.php/JHealthSci/article/view/305/286>. Acesso em: 27 nov. 2017.

PUHL, Rebecca M.; LATNER, Janet. D. Stigma, Obesity, and the Health of the Nation’s Children. Psychol Bull., v. 133, n. 4, p. 557-580, July 2007. https://doi.org/10.1037/0033-2909.133.4.557.

REIS, Caio Eduardo G.; VASCONCELOS, Ivana Aragão L. BARROS, Juliana Farias de N. Políticas públicas de nutrição para o controle da obesidade infantil. Rev. paul. pediatr., São Paulo, v. 29, n. 4, p. 625-633, dez. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rpp/v29n4/24.pdf. Acesso em: 02 nov. 2017. https://doi.org/10.1590/S0103-05822011000400024.

REIS, Caio Eduardo G.; VASCONCELOS, Ivana Aragão L.; OLIVEIRA, Odeth Maria. Panorama do estado antropométrico dos escolares brasileiros. Rev. paul. pediatr., São Paulo, v. 29, n. 1, p. 108-116, mar. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rpp/v29n1/17.pdf. Acesso em: 27 nov. 2017. https://doi.org/10.1590/S0103-05822011000100017.

RELATÓRIO da Comissão pelo Fim da Obesidade Infantil busca reverter aumento de sobrepeso e obesidade. OPAS Brasil, 05 fev. 2016. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=4997:relatorio-da-comissao-pelo-fim-da-obesidade-infantil-busca-reverter-aumento-de-sobrepeso-e-obesidade&Itemid=820. Acesso em: 18 set. 2018.

RIVERA, Juan Angel et al. Childhood and adolescent overweight and obesity in Latin America: a systematic review. Lancet Diabetes Endocrinol., v. 2, n. 4, p. 321-332, Apr. 2014. https://doi.org/10.1016/S2213-8587(13)70173-6.

ROSANELI, Caroline Filla; SILVA, Dillian Adelaine Cesar. Publicidade e comercialização de alimentos para lactentes e crianças de primeira infância: regulação como responsabilidade do Estado brasileiro. Revista Iberoamericana de Bioética, n. 7, p. 1-11, 2018. Disponível em: https://revistas.upcomillas.es/index.php/bioetica-revista-iberoamericana/article/view/8373/8348. Acesso em: 03 jul. 2018.

ROSANELI, Caroline Filla; SPINELLI Silvia Moro Conque; CUNHA Thiago. Bioética e infância: a alimentação como referência na atenção à saúde. Revista Iberoamericana Bioética, n. 2, p. 1-10, 2016. Disponível em: https://revistas.upcomillas.es/index.php/bioeticarevistaiberoamericana/article/view/7340. Acesso em: 03 nov. 2017.

SANTOS, Andréia Mendes dos. O excesso de peso da família com obesidade infantil. Textos & Contextos, Porto Alegre, n. 2, p. 1-10, dez. 2003. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/fo/ojs/index.php/fass/article/download/964/744. Acesso em: 14 mai. 2019.

SANTOS, Andreia Mendes; SCHERER, Patrícia Teresinha. Política alimentar brasileira: fome e obesidade, uma história de carências. Textos & Contextos, Porto Alegre, v. 11, n. 1, p. 92-105, jan./jul. 2012. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fass/article/view/10777/8063. Acesso em: 14 mai. 2019.

SARMIENTO, Pedro. Bioética e infancia: compromiso ético con el futuro. Persona y Bioética, v. 14, n. 1, p. 10-29, ene./jun. 2010. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=83215670002. Acesso em 02 nov. 2017.

SILVA, Daniel Ignacio da; CHIESA, Anna Maria; RAMALLO VERÍSSIMO, Maria de La Ó; MAZZA, Verônica de Azevedo. Vulnerabilidade da criança diante de situações adversas ao seu desenvolvimento: proposta de matriz analítica. Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 47, n. 6, p. 1397-1402, dez. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/reeusp/v47n6/0080-6234-reeusp-47-6-01397.pdf. Acesso em: 18 set. 2018. https://doi.org/10.1590/S0080-623420130000600021.

SILVA, Dillian Adelaine Cesar da. Publicidade de alimentos para crianças e adolescentes: desvelar da perspectiva ética no discurso do consumo consciente e informado. 2016. 98f. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília, Brasília-DF, 2016. Disponível em: http:// http://repositorio.unb.br/handle/10482/19907. Acesso em: 18 set. 2018.

SILVA, Dillian Adelaine Cesar; CUNHA, Antonio Carlos Rodrigues; CUNHA, Thiago Rocha; ROSANELI, Caroline Filla. Publicidade de alimentos para crianças e adolescentes: desvelar da perspectiva ética no discurso da autorregulamentação. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 22, n. 7, p. 2187-2196, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/csc/v22n7/1413-8123-csc-22-07-2187.pdf. Acesso em: 27 nov. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232017227.03222017.

SILVEIRA, Jonas A. C.; TADDEI, José A. A. C.; GUERRA, Paulo H.; NOBRE, Moacyr R. C. A efetividade de intervenções de educação nutricional nas escolas para prevenção e redução do ganho excessivo de peso em crianças e adolescentes: uma revisão sistemática. J. Pediatr., Rio de Janeiro, v. 87, n. 5, p. 382-392, set./out. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572011000500004. Acesso em: 02 nov. 2017. https://doi.org/10.1590/S0021-75572011000500004.

SOBRINHO, Liton Lanes Pilau. Direito à saúde: uma perspectiva constitucionalista. Passo Fundo: Universidade de Passo Fundo, 2003.

SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA - SBP. Obesidade na infância e adolescência. Manual de Orientação – Departamento Científico de Nutrologia. 2. ed. São Paulo: SBP. 2012. 142p. Disponível em: http://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/publicacoes/14297c1-man_nutrologia_completo.pdf. Acesso em: 25 nov. 2017.

SOUZA, Marcela Tavares de; SILVA, Michelly Dias da; CARVALHO, Rachel de. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein, São Paulo, v. 8, n. 1, p. 102-106, mar. 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134. Acesso em: 02 nov. 2017. https://doi.org/10.1590/s1679-45082010rw1134.

TRAVERSO-YEPEZ, Martha A. Dilemas na promoção da saúde no Brasil: reflexões em torno da política nacional. Interface, Botucatu, v. 11, n. 22, p. 223-238, ago. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/icse/v11n22/04.pdf. http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832007000200004. Acesso em: 22 nov. 2017.

VIEIRA, Diva Aliete dos Santos; CASTRO, Michelle Alessandra; FISBERG, Mauro; FISBERG, Regina Mara. Qualidade nutricional dos padrões alimentares de crianças: existem diferenças dentro e fora da escola? J Pediatr., porto Alegre, v. 93, n. 1, p. 47-57, fev. 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/jped/v93n1/pt_0021-7557-jped-93-01-0047.pdf. https://doi.org/10.1016/j.jped.2016.03.008.

WORLD Health Statistics 2016: monitoring health for the SDGs, sustainable development goals. World Health Organization, Global Health Observatory (GHO) data, 2016. Disponível em: http://www.who.int/gho/publications/world_health_statistics/2016/en/. Acesso em: 18 set. 2018.

Publicado

2020-12-20

Como Citar

Dratch, C. B., Simão-Silva, D. P. ., & Rosaneli, C. F. (2020). Excesso de peso em crianças brasileiras e seus fatores de vulnerabilidade: uma revisão integrativa. Revista De Direito Sanitário, 20(3), 173-197. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9044.v20i3p173-197

Edição

Seção

Artigos Originais