ZÉ, o homem político em cena

Autores

  • Edélcio Mostaço Universidade do Estado de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v20i2p117-129

Palavras-chave:

Zé Celso, Oficina, Tragicomediorgya

Resumo

O texto enfoca as dimensões políticas que perpassam a figura de Zé Celso Martinez Corrêa, encenador brasileiro e líder do Teatro Oficina. Desde suas origens marcadas pelo existencialismo até as condutas derivadas de sua concepção de tragicomediorgya, essa trajetória se mostra fortemente marcada pelas suas participações políticas e postura cidadã.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edélcio Mostaço, Universidade do Estado de Santa Catarina

Doutor em Artes Cênicas pela Escola de Comunicações e Artes (ECA) da Universidade de São Paulo (USP). Professor titular do Departamento de Artes Cênicas do Centro de Artes (Ceart) da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).

Referências

ARENDT, H. A condição humana. Trad. Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Forense, 2001.

ARISTÓTELES. Política. Trad. Mário da Gama Cury. Brasília: Editora UnB, 1988.

CORRÊA, J. C. M.; STAAL, A. H. C (org.). Primeiro ato: cadernos, depoimentos, entrevistas (1958-1974). São Paulo: Editora 34, 1998.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Mil platôs: capitalismo e esquizofrenia. Trad. Peter Pal Pélbart e Janice Caiafa. São Paulo: Editora 34, 2007. v. 5.

LOPES, K. COHN, S. (org.). Encontros: Zé Celso Martinez Corrêa. Rio de Janeiro: Azougue, 2008.

MOUFFE, C. Sobre o político. Trad. Fernando Santos. São Paulo: Martins Fontes, 2015.

SARTRE, J. P. O existencialismo é um humanismo. São Paulo: Abril Cultural, 1973. (Coleção Os Pensadores).

WAGNER, R. A invenção da cultura. Trad. Marcela Coelho de Souza. São Paulo: Cosac Naify, 2012.

Downloads

Publicado

2020-12-20

Como Citar

Mostaço, E. (2020). ZÉ, o homem político em cena. Sala Preta, 20(2), 117-129. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3867.v20i2p117-129

Edição

Seção

O OFICINA