Merchandising social transmídia na Rede Globo: uma análise da temática lgbtqia+ em Malhação

Autores

  • Yvana Fechine Unviersidade Federal de Pernambuco
  • Cecília Almeida Rodrigues Lima Universidade Federal de Pernambuco
  • Diego Gouveia Moreira Universidade Federal de Pernambuco
  • Gêsa Cavalcanti Universidade Federal de Pernambuco
  • Marcela Chacel Universidade Federal do Rio Grande do Norte

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2020.174622

Palavras-chave:

Ações socioeducativas, Telenovela, Transmidiação

Resumo

Este artigo tem o objetivo de discutir o conjunto de ações socioeducativas realizado pela Globo em Malhação com foco na questão LGBTQIA+ a partir do casal Michael e Santiago. O trabalho analisa a estratégia transmídia utilizada pela emissora na divulgação de ideias educativas sobre questões de sexualidade e coloca as ações à prova a partir da realização de um grupo focal com pessoas LGBTQIA+, em sua maioria integrantes de movimentos sociais relacionados à temática. A análise permite compreender que é preciso continuar investindo na interdiscursividade e no modelo de produção transmídia para que as ações socioeducativas tenham o efeito pretendido.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Yvana Fechine, Unviersidade Federal de Pernambuco

Professora do Departamento de Comunicação Social e do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Pesquisadora associada ao Centro de Pesquisas Sociossemióticas e ao Observatório Iberoamericano de Ficção Televisiva (Obitel). Bolsista de produtividade em Pesquisa do CNPq.

Cecília Almeida Rodrigues Lima, Universidade Federal de Pernambuco

Professora adjunta do Departamento de Comunicação Social da Universidade Federal de Pernambuco (DCOM-UFPE).

Diego Gouveia Moreira, Universidade Federal de Pernambuco

Professor adjunto do Núcleo de Design e Comunicação (UFPE)) e pesquisador do Observatório Ibero-americano de Ficção Televisiva (Obitel).

Gêsa Cavalcanti, Universidade Federal de Pernambuco

Publicitária. Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação (UFPE) e pesquisadora do Observatório Ibero-americano de Ficção Televisiva (Obitel).

Marcela Chacel, Universidade Federal do Rio Grande do Norte

Professora adjunta do Departamento de Comunicação (UFRN) e pesquisadora do Observatório Ibero-americano de Ficção Televisiva (Obitel).

Referências

AZEREDO, B. Entrevista concedida por e-mail ao grupo Obitel-UFPE. Recife, 26 fev. 2019.

BACCEGA, M. A. Narrativa ficcional de televisão: encontro com temas sociais. Comunicação & Educação, n. 26, 2003. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/37468. Acesso em: 21 mar. 2019.

BALOGH, A. M. O discurso ficcional na TV. Sedução e sonho em doses homeopáticas. São Paulo: Edusp, 2001.

CABRAL, F. Paraíso tropical e a representação homossexual nas novelas da Rede Globo. Monografia do Curso de Comunicação Social. PUC-Rio: Rio de Janeiro, 2007.

CASTELLS, M. Redes de indignação e esperança. movimentos sociais na era da internet. Rio de Janeiro: Zahar, 2013.

COLLING, L. Personagens homossexuais nas telenovelas da Rede Globo: criminosos, afetados e heterossexualizados. Revista Gênero, v. 8, n. 1, 2007.

CLEMENTE, A. S. Merchandising social: a caixa de Pandora da novela brasileira. Comunicação e Inovação, v. 11, n. 20, jan.-jun. 2010. Disponível em: http://seer.uscs.edu.br/index.php/revista_comunicacao_inovacao/article/download/950/773. Acesso em: 12 mar. 2019.

COUTINHO, L. M.; QUARTIERO, E. M. O merchandising social em Malhação: estratégias socioeducativas para adolescentes. Revista Educação em Questão, v. 39, n. 25, set.-dez. 2010. Disponível em: https://periodicos.ufrn.br/educacaoemquestao/article/view/4015. Acesso em: 02 abr. 2019.

CZIZEWSKI, C. C. Telenovela, agendamento e temáticas sociais: uma relação sistêmica e progressiva. Revista Temática, Ano VI, n. 10, 2010.

FECHINE, Y.; GOUVEIA, D.; LIMA, C.; COSTA, M.; ESTEVÃO, F. Como pensar os conteúdos transmídias na teledramaturgia brasileira? Uma proposta de abordagem a partir das telenovelas da Globo. In: LOPES, M. I. V. (org.). Estratégias de transmidiação na ficção televisiva brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2013.

FECHINE, Y.; LIMA, C.; MOREIRA, D.; CAVALCANTI, G.; CHACEL, M. Ações socioeducativas nos mundos da telenovela transmídia: um estudo a partir da abordagem de questões LGBTQIA+. In: LOPES, M. I. V. (org.). A construção de mundos na ficção televisiva brasileira. Porto Alegre: Sulina, 2019.

GODOY, A. S. Pesquisa Qualitativa: tipos fundamentais. Revista de Administração de Empresas, v. 35, n. 3, maio-jun. 1995.

HAIR, J. F.; CELSI, M. W.; ORTINAU, D. J.; BUSH, R. P. Fundamentos de pesquisa de marketing. Porto Alegre: AMGH, 2014.

JENKINS, H. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2008.

LOPES, M. I. V. Telenovela brasileira: uma narrativa sobre a nação. Comunicação & Educação, São Paulo, n. 26, p. 17-34, apr. 2003. ISSN 2316-9125. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/37469/40183. Acesso em: 13 fev. 2017.

LOPES, M. I. V. A telenovela como recurso comunicativo. Revista Matrizes, v. 3, n. 1, dez.-ago. 2009. Disponível em: https://bdpi.usp.br/bitstream/handle/BDPI/32406/art_LOPES_Telenovela_2009.pdf?sequence=. Acesso em: 20 mar. 2019.

SCHIAVO, M. R. Dez anos de merchandising social. In: Anais. XXIX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2006. Disponível em: http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/120978737171710494144163695234717744651.pdf. Acesso em : 12 mar. 2019.

SCHIAVO, M. R. Merchandising social: uma estratégia de sócio-educação para as grandes audiências. Universidade Gama Filho, Rio de Janeiro, 1995

WOLTON, D. Elogio do grande público: uma teoria crítica da televisão. São Paulo: Ática, 1996.

YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2ª. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

FECHINE, Y.; LIMA, C. A. R.; MOREIRA, D. G.; CAVALCANTI, G.; CHACEL, M. Merchandising social transmídia na Rede Globo: uma análise da temática lgbtqia+ em Malhação. RuMoRes, [S. l.], v. 14, n. 28, p. 103-125, 2020. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2020.174622. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/174622. Acesso em: 22 abr. 2021.

Edição

Seção

Dossiê