Avaliação por Pares

Os manuscritos submetidos à Acta Fisiátrica são inicialmente avaliados pelos Editores para verificar se estão de acordo com o Escopo/Foco da revista e em conformidade com as Diretrizes para Autores.

Os textos aprovados nessa fase serão arbitrados por pelo menos dois revisores pertencentes ao quadro de colaboradores da revista ou pareceristas “ad hoc” em procedimento de revisão “duplo cego”. Caso não haja concordância entre as opiniões dos revisores o processo será arbitrado pelo Conselho Editorial da revista.

No processo de avaliação “duplo cega” pelos pares, as identidades dos avaliadores e dos autores são ocultadas de ambas as partes. Os avaliadores observarão os critérios de originalidade, relevância, qualidade metodológica e científica.

Os resultados das avaliações podem ser:

Aceito: indica o mérito e atendimento às diretrizes, de forma que a submissão pode ir para a diagramação;
Correções Obrigatórias: a submissão tem méritos, mas precisa de ajustes para atender as diretrizes;
Rejeitado: a submissão não atende a revista.

A revista Acta Fisiátrica reserva-se ao direito de não aceitar para avaliação os artigos que não preencham os critérios acima formulados. O direito de efetuar nos originais alterações de ordem normativa, ortográfica e gramatical, com vistas a manter a uniformização bibliográfica e o padrão culto da língua, respeitando, porém, o estilo dos autores.