Fotografia e fotoescultura: significação, arte e educação

  • Ricardo Zani Faculdade de Comunicação e Artes do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – CEUNSP
Palavras-chave: fotografia, significação, arte contemporânea, fotoescultura, ensino.

Resumo

Este artigo apresenta a fotografia como um objeto de significação no processo de ensino-aprendizagem, discutida como material de pesquisa, de investigação e de educação em arte, quando inserida em determinados conceitos da Arte Contemporânea: a fotoescultura. Pretende demonstrar que o signo fotográfico pode ser um recurso didático capaz de estimular o aprendizado e a prática docente. Considera, ainda, que a aplicação do conceito de fotoescultura, suas definições e leituras, permite construções de conhecimentos e inter-relacionamentos com outras interfaces das Artes Visuais, rumo à concepção de uma nova realidade na elaboração e na interpretação da imagem fotográfica, transformando a leitura e a análise do signo não verbal em propostas pedagógicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ricardo Zani, Faculdade de Comunicação e Artes do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – CEUNSP
Mestre em Multimeios pela Universidade Estadual de Campinas – Unicamp, onde é doutorando em Artes. É docente na Faculdade de Comunicação e Artes do Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio – CEUNSP, em disciplinas nos cursos de Cinema e Audiovisual, Fotografia, Jornalismo, Publicidade e Propaganda e Rádio e TV.
Publicado
2010-12-30
Como Citar
Zani, R. (2010). Fotografia e fotoescultura: significação, arte e educação. Comunicação & Educação, 15(3), 47-55. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9125.v15i3p47-55
Seção
Artigos Nacionais