Os Sítios Arqueológicos Guarani do Município de Iepê, estado de São Paulo.

Autores

  • Neide Barrocá Faccio Universidade Estadual Paulista J. M. Filho. Campus de Presidente Prudente, Laboratório de Arqueologia Guarani

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2015.114974

Palavras-chave:

Arqueologia Guarani, análise cerâmica, Bacia do Rio Paranapanema

Resumo

A pesquisa realizada na área de sete sítios arqueológicos do Município de Iepê, localizado na região da Bacia do Rio Paranapanema (afluente da Bacia do Paraná), Estado de São Paulo, demonstrou ocupações guarani pré-coloniais. A cerâmica foi datada por termoluminescência, situando as ocupações no período de 700 a 1668 anos antes do presente. Este trabalho traz dados referentes à cerâmica confrontados com dados de outras pesquisas disponíveis que versaram sobre a presença dos Guarani na Bacia do Paraná e Paranapanema.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

Faccio, N.B. 1992. Estudo do Sítio Arqueológico Alvim no Contexto do Projeto Paranapanema. Dissertação de Mestrado. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.
Faccio, N.B. 1998. Arqueologia dos Cenários das Ocupações da Capivara, Baixo Paranapanema. Tese de doutorado. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.
Faccio, N.B. 2010. Relatório de Resgate do Sítio Célia Maria (não publicado). Presidente Prudente: Universidade Paulista, Laboratório de Arqueologia Guarani.
Faccio, N.B. 2011. Arqueologia Guarani na Área do Projeto Paranapanema: estudo dos sítios de Iepê, SP. Tese de livre docência. São Paulo: Museu de Arqueologia e Etnologia, USP.
Kashimoto, E.M. 1992. Geoarqueologia no Baixo Paranapanema: uma pesquisa geográfica de estabelecimentos humanos pré-históricos. Dissertação de mestrado. São Paulo: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, USP.
Morais, J.L. 1983. A utilização dos afloramentos litológicos pelo homem pré-histórico brasileiro: análise do tratamento da matéria-prima. Coleção Museu Paulista (série de Arqueologia) 7, 212p.
Morais, J.L. 2002. Resgate arqueológico na área de influência da duplicação das rodovias SP 342 e SP 346: preservação do patrimônio dos Sítios Ipê e Mota Pais (não publicado). Mogi Guaçu: Relatório Técnico Científico Final.
Noelli, F.S. 1993. Sem Tekoá não há Tekó. Em busca de um modelo etnoarqueológico da aldeia e da subsistência guarani e sua aplicação a uma área de domínio no Delta do Jacuí. Dissertação de mestrado. Porto Alegre: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.
Pallestrini, L. 1975. Interpretação das estruturas arqueológicas em sítios do Estado de São Paulo. Coleção Museu Paulista (Série Arqueologia) 1, 208p.
Pallestrini, L. 1974. Sítio Alves. Revista do Museu Paulista: 47-96.
Pallestrini, L. 1980. A Tradição Tupiguarani: a subtradições e sua origem. In: Schmitz, P.I.; Barbosa, A.S.; Ribeiro, M.B. Temas de Arqueologia Brasileira. Goiânia: IGPA.
Pallestrini, L. 1988. Projeto Paranapanema: Sítio Arqueológico Nunes – Estado de São Paulo. Revista do Museu Paulista (Nova Série) XXXIII: 129-142.

Downloads

Publicado

2015-12-20

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

FACCIO, Neide Barrocá. Os Sítios Arqueológicos Guarani do Município de Iepê, estado de São Paulo. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, Brasil, n. 25, p. 119–131, 2015. DOI: 10.11606/issn.2448-1750.revmae.2015.114974. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revmae/article/view/114974.. Acesso em: 18 jun. 2024.