Efeitos do treinamento físico e de dupla tarefa na ptophobia e no equilíbrio de idosos

Autores

  • Renan Nunes Aguiar Universidade de Franca - UNIFRAN
  • Carolina Milhim Barcellos Universidade de Franca - UNIFRAN
  • Luiz Duarte de Ulhôa Rocha Júnior Universidade Federal de Uberlândia - UFU
  • Daniel Vicentini de Oliveira UniCesumar
  • Lilian Cristina Gomes do Nascimento Universidade de Franca - UNIFRAN

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-0190.v28i1a184634

Palavras-chave:

Acidentes por Quedas, Cognição, Medo, Exercício Físico, Idoso

Resumo

As quedas ocasionam aos idosos diversas alterações na sua função biopsicossocial, podendo ocasionar o surgimento da ptophobia e declínio do equilíbrio, sendo necessários programas preventivos que ofereçam suporte para essa população. Objetivo: Este estudo comparou o efeito de dois protocolos de treinamentos em relação ao medo de quedas e o equilíbrio de idosos. Métodos: Foram selecionados 30 idosos que se enquadravam nos critérios de inclusão e não inclusão, os mesmos foram divididos aleatoriamente em três grupos (grupo de treinamento físico, dupla tarefa e controle) e tiveram como instrumento para a coleta de dados a Escala Internacional de Eficácia de Quedas (FES-I) e a Escala de Equilíbrio de Berg (EEB). Esses dados foram analisados pela ANOVA e pelo teste t-Student. Resultados: Todos os participantes foram do sexo feminino com média de idade de 67,4±6,69. Não se evidenciou diferenças significativas entre os grupos analisados tanto nos escores da FES-I como da EEB. Em relação a comparação entre os grupos de intervenções e grupo controle foram encontradas diferenças apenas nos escores da FES-I após às intervenções, possuindo p= 0,00. Na comparação entre os grupos, a FES-I e a EEB após as intervenções obtiveram escores significativos, ambas possuindo p= 0,00 e tamanho de efeito de 11,54 e 4,54, respectivamente. Conclusão: Observou-se que nos grupos que tiveram intervenções, o medo de quedas diminuiu em relação ao grupo que não recebeu nenhuma intervenção e o equilíbrio melhorou diante ambos protocolos, demonstrando que o exercício físico associado ou não à atividade cognitiva é benéfico aos idosos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Camara CTP, Freitas SMSF, Lima CA, Amorim CF, Prado-Rico JM, Perracini MR. The walking cane length influences the postural sway of community-dwelling older women. Physiother Res Int. 2020;25(1):e1804. Doi: https://doi.org/10.1002/pri.1804

Chevutschi A, D'Houwt J, Pardessus V, Thevenon A. Immediate effects of talocrural and subtalar joint mobilization on balance in the elderly. Physiother Res Int. 2015;20(1):1-8. Doi: https://doi.org/10.1002/pri.1582

Rahal MA, Alonso AC, Andrusaitis FR, Rodrigues TS, Speciali DS, Greve JM, et al. Analysis of static and dynamic balance in healthy elderly practitioners of Tai Chi Chuan versus ballroom dancing. Clinics (Sao Paulo). 2015;70(3):157-61. Doi: https://doi.org/10.6061/clinics/2015(03)01

Boyer KA, Johnson RT, Banks JJ, Jewell C, Hafer JF. Systematic review and meta-analysis of gait mechanics in young and older adults. Exp Gerontol. 2017;95(1):63-70. Doi: https://doi.org/10.1016/j.exger.2017.05.005

Garcia LCS, Malaman TAB. Avaliação do medo de quedas e sua correlação com o desempenho funcional, cognitivo e alterações do equilibrio em idosos de comunidade. Rev Inspirar Mov Saude. 2015;7(1):6-11.

Liu CJ, Chang WP, Carvalho IA, Savage KEL, Radford LW, Amuthavalli Thiyagarajan J. Effects of physical exercise in older adults with reduced physical capacity: meta-analysis of resistance exercise and multimodal exercise. Int J Rehabil Res. 2017;40(4):303-314. Doi: https://doi.org/10.1097/MRR.0000000000000249

Cerqueira TMM, Moura JA, Lira JO, Leal JC, D'Amelio M, Mendes FAS. Cognitive and motor effects of Kinect-based games training in people with and without Parkinson disease: A preliminary study. Physiother Res Int. 2020;25(1):e1807. Doi: https://doi.org/10.1002/pri.1807

Bigongiari A, Mochizuki L, Francica JV, Souza FDA, Franciulli PM, Alonso AC. O efeito da idade, da dupla tarefa e da visão no senso de posicionamento do tornozelo. Fisioter Pesqui. 2018;25(4):376-81. Doi: https://doi.org/10.1590/1809-2950/17000925042018

Barbanera M, Rodrigues DN, Cardoso FS, Lucas A, Marco PMF, Francica JV, et al. Estudo comparativo da reabilitação virtual e cinesioterapia em relação ao torque do joelho em idosos. Acta Fisiatr. 2014;21(4):171-6. Doi: https://doi.org/10.5935/0104-7795.20140034

Lima DVM. Desenhos de pesquisa: uma contribuição para autores. Online Braz J Nurs. 2011;10(2):1-14.

Camargos FF, Dias RC, Dias JM, Freire MT. Cross-cultural adaptation and evaluation of the psychometric properties of the Falls Efficacy Scale-International Among Elderly Brazilians (FES-I-BRAZIL). Rev Bras Fisioter. 2010;14(3):237-43. Doi: https://doi.org/10.1590/S1413-35552010000300010

Miyamoto ST, Lombardi Junior I, Berg KO, Ramos LR, Natour J. Brazilian version of the Berg balance scale. Braz J Med Biol Res. 2004;37(9):1411-21. Doi: https://doi.org/10.1590/s0100-879x2004000900017

Cronbach LJ. The two disciplines of scientific psychology. Am Psychol. 1957;12(11):671-84. Doi: https://doi.org/10.1037/h0043943

Cohen J. Statistical power analysis. Curr Dir Psychol Sci. 1992;1(3):98-101. Doi: https://doi.org/10.1111/1467-8721.ep10768783

Silva AFF, Vieira MML, Sampaio TCFVS. Reeducação proprioceptiva no equilíbrio de idosos. Rev Interdiscip Ciênc Med. 2018;2(1):54-60.

Jorgensen MG, Laessoe U, Hendriksen C, Nielsen OB, Aagaard P. Efficacy of Nintendo Wii training on mechanical leg muscle function and postural balance in community-dwelling older adults: a randomized controlled trial. J Gerontol A Biol Sci Med Sci. 2013;68(7):845-52. Doi: https://doi.org10.1093/gerona/gls222

Hamm J, Money AG, Atwal A, Paraskevopoulos I. Fall prevention intervention technologies: A conceptual framework and survey of the state of the art. J Biomed Inform. 2016;59(1):319-45. Doi: https://doi.org/10.1016/j.jbi.2015.12.013

Silva A, Serrão PR, Driusso P, Mattiello SM. Efeito de exercícios terapêuticos no equilíbrio de mulheres com osteoartrite de joelho: uma revisão sistemática. Braz J Phys Ther. 2012;16(1):1-9. Doi: https://doi.org/10.1590/S1413-35552012000100002

Osoba MY, Rao AK, Agrawal SK, Lalwani AK. Balance and gait in the elderly: A contemporary review. Laryngoscope Investig Otolaryngol. 2019;4(1):143-53. Doi: https://doi.org/10.1002/lio2.252

Monjezi S, Negahban H, Tajali S, Yadollahpour N, Majdinasab N. Effects of dual-task balance training on postural performance in patients with Multiple Sclerosis: a double-blind, randomized controlled pilot trial. Clin Rehabil. 2017;31(2):234-41. Doi: https://doi.org/10.1177/0269215516639735

Price JH, Murnan J. Research limitations and the necessity of reporting them. Am J Health Educ. 2004;35(2):66-7. Doi: https://doi.org/10.1080/19325037.2004.10603611

Publicado

2021-03-31

Edição

Seção

Artigo Original
MÉTRICAS | METRICS