Sobre a Revista

A Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia surgiu em 1991, substituindo três títulos extintos em decorrência da fusão das instituições ligadas à pesquisa nas áreas de Arqueologia e Etnologia: Revista Dédalo, Revista de Pré-História e Revista do Museu Paulista. É um periódico acadêmico destinado à publicação de trabalhos sobre Arqueologia, Etnologia e Museologia. Em 2016 a revista torna-se eletrônica, semestral e todos os números impressos foram digitalizados e disponibilizados em acesso aberto pelo Portal de Revistas USP.

Notícias

Próximos fascículos da Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia

2022-10-20

A Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia comunica a autores, avaliadores, pareceristas e, principalmente, ao público leitor a sequência dos próximos fascículos programados para o período 2022/2023, contendo artigos científicos referentes a eventos temáticos, ensaios livres, relatos de experiência e revisões bibliográficas.

Saiba mais sobre Próximos fascículos da Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia

Edição Atual

v. 38 (2022): Dossiê “Unidade e diversidade das cidades mediterrânicas”
					Visualizar v. 38 (2022): Dossiê “Unidade e diversidade das cidades mediterrânicas”

Temos o prazer de apresentar ao leitor nosso mais recente fascículo (n.38/2022), reunindo dois dossiês temáticos: “Unidade e diversidade das cidades mediterrânicas” (I Colóquio Online do LEIR-MA USP, realizado nos dias 22 e 29 de setembro de 2020) e "Egiptologia hoje: caminhos da pesquisa" (I Simpósio Internacional de Estudos em Egiptologia da USP, realizado entre 9 e 11 de setembro de 2019). O volume se completa com três artigos livres sobre jogos eletrônicos, arqueologia do Acre e sambaqui.

O dossiê “Unidade e diversidade das cidades mediterrânicas”, organizado por Norberto Guarinello, Gabriel Cabral Bernardo e Lilian de Angelo Laky, reúne trabalhos que examinam o fenômeno da cidade no Mediterrâneo e os modos pelos quais são geralmente descritas e estudadas (como cidade, pólis, cidade-Estado, microestado, etc.) em diferentes contextos temporais e espaciais. O dossiê abre-se refletindo  esses dois conceitos centrais: “Mediterrâneo” e “cidade”. Os artigos seguintes propõem reflexões sobre vários tipos de cidades e pólis mediterrânicas, desde as que povoavam a Península Ibérica até Tiro, no Levante, passando pelas Cíclades no Egeu, pela Grécia continental, pelo oeste da Sicília, sul da Península Itálica e norte da África.

Em comemoração aos 200 anos de estudos egiptológicos de Jean-François Champollion, que apresentou em setembro de 1822, na Academia de Belas Letras de Paris, suas memórias sobre a escrita egípcia antiga, desvelando o mistério dos hieróglifos; e também aos 100 anos da descoberta do túmulo de Tutancâmon (KV62), pelo britânico Howard Carter em novembro de 1922, o dossiê "Egiptologia hoje: caminhos da pesquisa" traz seis artigos inéditos e uma tradução, reunindo temas relacionados ao Egito pré-histórico e histórico, valendo-se tanto de experiências internacionais quanto do olhar brasileiro.

Publicado: 2022-07-14

Edição completa

Ver Todas as Edições

A Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia é publicada desde 1991, substituindo as antigas Revista Dédalo e Revista de Pré-História. Seu objetivo é promover a divulgação de pesquisas científicas de excelência nas áreas de Arqueologia, Etnologia e Museologia. A publicação é semestral, segue o sistema de revisão por pares e a política de acesso público com conteúdo completo aberto, com recepção de artigos em fluxo contínuo. Publica textos inéditos em português, espanhol, inglês, francês e italiano nas seguintes formas: artigos que apresentem resultados de pesquisas científicas originais, ou desenvolvimento de método, revisões bibliográficas ou teóricas sobre os temas abordados pela Revista, resenhas inéditas de livros, teses, dissertações e outras produções, que tenham relevância acadêmica, notas com resultados preliminares e parciais de pesquisas inéditas ou ainda em desenvolvimento, entrevistas feitas com profissionais renomados nas áreas de Arqueologia, Etnologia e Museologia. Dossiês podem ser publicados em separado ou no corpo de uma edição. Com o objetivo de garantir agilidade na disponibilização do conteúdo, os artigos e notas aprovados serão publicados na modalidade ahead of print até que o número seja concluído.

 

Título das Seções:

 Artigos, Resenhas, Notas, Entrevistas, Dossiês.

 

Abreviações das seções:

ART, RES, NOT, ENT, DOS